Procurador da Lava Jato fala sobre medidas contra a corrupção durante reunião da Faciap

deltan 1

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, participou da reunião do Conselho de Administração da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), nesta segunda-feira (29). Ele falou sobre as 10 Medidas Contra a Corrupção e respondeu às perguntas dos vice-presidentes da federação.

deltan 3

De acordo com o procurador, R$ 200 milhões são desviados por ano com a corrupção no Brasil. “A corrupção faz com que o cidadão vá ao hospital e se depare com a falta de equipamentos, de médicos e de medicamentos. Que uma pessoas procure emprego e não encontre, porque a corrupção prejudica a economia”, afirmou ele. “Não como ter uma economia forte sem acabar com a corrupção. Os países com baixa corrupção têm maior desenvolvimento econômico-social, isso já está provado”.

deltan 4

Ainda segundo Dallagnol, a Operação Lava Jato é um passo no combate à corrupção, mas não é suficiente. “A corrupção no Brasil compensa. Porque há impunidade. Por isso, precisamos mudar a lei. O grande apoio que as dez medidas receberam mostra que elas são completamente razoáveis”.

O presidente da Faciap, Guido Bresolin Junior, afirmou que o Paraná fez uma diferença significativa na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff na Câmara Federal. “Com certeza, a mudança vai começar por aqui. Porque o Paraná é forte”, disse ele. Guido Bresolin Junior também afirmou que o assunto deve ser levado para o próximo Fórum Nacional CACB Mil, da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil.

deltan 2

Entrega do livro dos 40 anos da Caciopar

Durante a reunião do Conselho de Administração da Faciap, o procurador federal Deltan Dallagnon recebeu o livro “A admirável essência do associativismo”, lançado em abril, e que relata passagens da trajetória de 40 anos da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná (Caciopar). A entrega do exemplar foi feita pelo presidente da coordenadoria, Leoveraldo Curtarelli de Oliveira.