Novo presidente toma posse na Cacicopar no próximo dia 16

 

marco borges

O novo presidente da Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresarias do Centro Oeste do Paraná (Cacicopar), Marco Aurelio Borges, toma posse no próximo dia 16 de julho. Será no Guarapuava Esporte Club, às 19h30.

Marco Borges é empresário do ramo de recursos humanos e está no associativismo desde 2012. Foi vice-presidente do Conselho do Jovem Executivo (Conjove) de Guarapuava; coordenador dos Conselhos Jovem Empresário da Cacicopar; e vice-presidente da Faciap Jovem para região da Cacicopar. Agora, como presidente da coordenadoria, o empresário conta que pretende divulgar para as associações comerciais o trabalho da Cacicopar, que algumas ainda desconhecem, para que participem e se envolvam mais das ações. “Esse envolvimento irá mostrar para as entidades o quão importante e necessário é o sistema associativista”, diz Marco Borges.

Em sua gestão, o novo presidente afirma que dará continuidade ao trabalho feito na gestão de Neuro Battistelli. “É um desafio assumir um trabalho dessa magnitude. Sempre com muito respeito e compromisso de aprimorar o que for necessário”, afirma Marco Borges.

Neuro João Battistelli foi presidente da Cacicopar por uma gestão. Ele é empresário do setor de ferragens, de produtos agrícolas, de pesca e camping. Atua no sistema associativista desde 2000 e foi presidente da Associação Comercial e Empresarial de Turvo (ACET).

neuro

Entre as principais ações que realizou em sua gestão, Battistelli destaca a descentralização da diretoria. Segundo ele, até então, apenas líderes de Guarapuava, a maior cidade da coordenadoria, assumiam os cargos principais na Cacicopar. “Foi a primeira vez que um empresário de um município pequeno assumiu a coordenadoria”, afirma Battistelli. “Chamamos representantes de várias associações, inclusive de municípios pequenos, para fazerem parte da diretoria. Isso fez com que o elo entre as entidades, a Cacicopar e Faciap se fortalecesse. Hoje mais pessoas conhecem a coordenadoria e a federação”.

Ele conta que também organizou vários fóruns e debates para discutir a falta de voos diários para a região Centro Oeste do Paraná. Empresários e poder público foram colocados para conversar. “A coordenadoria fez com que o poder público entendesse que teria que envolver os municípios da região nesse debate”, diz Battistelli. A Cacicopar chegou a fazer o levantamento do número de empresas da região Centro Oeste com demanda de voos. “As empresas aéreas tinham apenas o número referentes a Guarapuava, que era de 10 mil. Entregamos a essas empresas um levantamento mais completo, com informações de todas as cidades da região. O número saltou para 30 mil empresas”.

Além disso, mais duas associações comerciais foram criadas na região da Cacicopar: a de Foz do Jordão e a de Boaventura de São Roque. A Cacicopar prestou toda a assessoria para as entidades abrirem as portas.

“O associativismo está mais forte, mais organizado. A Faciap está investindo em preparar os líderes, o que me faz acreditar que as próximas gestões serão ainda melhores”.