Faciap faz almoço empresarial para homenagear presidente da OAB nacional

presoab 1

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Claudio Lamachia, veio a Curitiba nesta sexta-feira, à convite da Faciap, Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná, junto com a OAB-PR, para uma palestra sobre o Brasil depois do impeachment. A 100 dias a frente da OAB, Lamachia conquistou a simpatia do empresariado paranaense. Durante a palestra, foi aplaudido quando se posicionou contra os impostos. Para ele, há algo errado na relação desigual entre o que é pago pela sociedade em impostos e o que se recebe em troca como prestação de serviços em áreas como saúde, educação e segurança.

Lamachia também falou que o Brasil precisa de um choque de ética. “Estamos acompanhando a atuação do governo provisório. Fizemos criticas à nomeação de ministros que estão sendo investigados. Entendemos que o Brasil passa por um momento em que há a necessidade de um choque de ética e nomear pessoas investigadas vai contra isso”, afirmou o presidente da OAB nacional.

presoab2

O vice-presidente da Faciap, Sérgio Leopoldo, agradeceu por Claudio Lamachia ter aceitado o convite da entidade e ressaltou a postura do presidente a frente da Ordem dos Advogados. “Lamachia é firme na defesa da democracia, conduz a OAB de forma apartidária, com coerência. E para os empresários, o que ele tem a dizer é importante para entendermos se as mudanças que esperamos no país irão mesmo acontecer”.

O advogado gaúcho Claudio Pacheco Prates Lamachia assumiu a presidência do Conselho Federal da OAB em janeiro deste ano, tornando-se uma das lideranças da sociedade civil no acompanhamento do processo de impeachment de Dilma Rousseff.  Sobre os rumos do país pós impeachment, Lamachia considera que o principal desafio é a superação da crise ética que abate o Brasil. Ele também defende como prioridades a discussão da dívida dos estados com a União e que a crise seja usada como uma alavanca para a renovação do modelo eleitoral.